just take your time

Ela gostava de desenho animado, de leite com chocolate, de coisas cor-de-rosa, de falar igual bebê, de dormir a tarde toda no frio abraçadinha, de comer brigadeiro de madrugada, de abraçar um ursinho quando está triste, de jogar no celular, de fazer biquinho de brava.

Ela escondia, suas vontades de criança, seus sentimentos mais profundos, sua vontade de pular, de sorrir, de chorar.

Ela mudou, seu modo de se vestir, as músicas que ouvia, as pessoas com quem falava, os segredos que admitia.

Ela perdeu, a essência que a rodeava, os sonhos que a faziam viver, as pessoas que confiava e a vontade de acreditar.

Ninguém vale uma mudança, ninguém vale a sua criança.

Por mais piegas que pareça. Em algum lugar, alguém vai gostar de você, e você não vai precisar mudar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s