Dividir

 

balas, chocolates, roupas, sapatos, sentimentos, angústias, pensamentos, loucuras…Dividir o orgulho, a inveja, o desespero para ser meio orgulhosa, meio invejosa, meio desesperada.

Dividir com a mãe, com o pai, com o irmão, com o professor, com a amiga, com o namorado, ou simplesmente com aquela pessoa que não leva rótulo nenhum de relacionamento, mas você apenas quer que ela saiba que você gosta de dividir as coisas com ela.

Dividir sonhos, medos, derrotas para que a outra pessoa divida contigo realidades, coragem, vitórias…

E então o dividir parece unir…

Dividir a lua em vários pedacinhos para que cada pessoa no mundo tenha uma parte dela e possa vê-la de onde estiver. E onde quer que ela esteja ela vai saber EXATAMENTE com quem divide aquele pedacinho do céu.

Dividir as estrelas que mesmo tão pequenas são de todos…

E mesmo assim ter aquela leve impressão de que ela é só minha…

minha e sua.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s