O mal do século

Foi estranho perceber assim, de uma hora para outra como o mundo, que ficava ali, girando em sua órbita perfeita tornou-se simplesmente inseguro.

Eu achava que pessoas inseguras, curavam suas inseguranças em divãs vermelhos de veludo enquanto narravam seus problemas para um psicólogo centrado. E que quanto mais sessões elas faziam, mais seguras elas ficavam, até se tornarem praticamente inatingíveis.

Então eu percebi que as pessoas que frequentam psicólogos, as que nunca frequentaram e inclusive os próprios psicólogos, são só e completamente pessoas inseguras.

Algumas pessoas são capazes de esconder a insegurança atrás de largos sorrisos e gargalhadas, festas e baladas, viagens e histórias, como se ela fosse um motivo para se ter vergonha.

Outras preferem colocar uma carranca séria e autoritária, centram-se totalmente no trabalho ou estudos e riem na cara dos inseguros, guardando sua própria insegurança congelada dentro de si.

O resto das pessoas, onde eu me encaixo, tem medo de não agradar aos outros como esperava, medo da rejeição, da crueldade, da mentira, da traição, da má fé e tantas outras coisas. Mas não tem medo de mostrar que não são seguras.

Não tem medo de abrir os braços e retribuir a um enorme abraço. Não tem medo algum de sorrir mas PRINCIPALMENTE, não tem medo de chorar. Não tem medo de se levantar depois de uma boa briga, embora tenham medo de entrar na briga porque sabem que vão se machucar.

Pessoas assim não vendem filosofias de vida, nem doam conselhos de como ser diferente. Não exigem que as pessoas mudem para se encaixarem nos seus próprios mundos. Importam-se com qualquer coisa besta e sempre se decepcionam. Mas vivem intensamente cada emoção que a vida proporciona.

Pessoas assumidamente inseguras respiram uma quantidade de ar maior do que as outras e algumas vezes sofrem de hiperventilação; são os maiores consumidores de remédios para dor de cabeça; precisam beber mais água por conta do tanto de preocupação que saem pelos olhos…mas quando sorriem, não fazem isso com os dentes, fazem isso com a alma.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s