E foi assim que eu me impus alguns limites

Num dia desses normais, onde parece que não está frio nem calor e as pessoas arrastam as vidas como se elas não fossem importantes que eu comecei a perceber algumas coisas que deveria interromper.

Foi assim, observando pessoas que repetiam constantemente os mesmos erros da forma mais inocente que existe no mundo, que eu fui me dando toques de quando seria a hora de parar.

Bem assim mesmo, numa de me preocupar mais com o que está acontecendo na vida dos outros do que na minha que eu fui anotando mentalmente cada erro que as pessoas cometiam. Eu fui filtrando da melhor maneira que pude o que eu considerava erro de acordo com uma única regra: só era erro se fazia mal.

E descobri tantas coisas que pareciam fazer bem, mas na verdade sugavam a vida das pessoas, que me assustei. Mais do que isso, eu me identifiquei várias vezes com muitos erros mascarados por aquilo que as pessoas costumam chamar de amor (mas não é).

Eu fui separando um por um os vilões de todas as vidas que eu conhecia até perceber que   sempre chegava o momento onde os vilões eram as próprias pessoas. Gente confusa, insegura e cega. Gente que simplesmente não soube parar na hora certa.

E se excedeu. Transbordou o coração no lugar errado e deixou vazar todas as coisas boas para pessoas que não fizeram uso delas. E então encheram o próprio coração daquilo que aparece quando a gente dá muito de nós e não recebe nada. A mágoa. Ou pior, ficaram vazias.

Então eu me impus alguns limites pra evitar de transbordar por aí. Decidi ficar na zona de conforto. No meio cheio ou meio vazio. Na sanidade. No respeito comigo mesma. E parei de me permitir ser invadida pelo tipo de coisa que não é, nem nunca foi amor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s