Eu não sei se você se lembra.

Não sei nem ao menos se você chegou a perceber. Mas ela tinha medo. Tinha tanto medo que quando você chegou ela vomitou uma série de palavras desconexas, mas que juntas significavam: cuida de mim. Ela tinha tanto medo que nunca tinha confiado em alguém, mas você com toda aquela cara de bom menino, conseguiu convencê-la. Ela tinha tanto medo que depois de algum tempo, quando não podia mais voltar atrás, rezava todas as noites para que você não fosse idiota de perdê-la, mas olha só para você agora…Você perdeu.

Você perdeu e ela chorou por algumas noites sem entender o que tinha feito de errado. Foi você que perdeu, mas ela não percebeu isso porque na cabeça dela o problema não vinha de você. Você perdeu, mas não quis demonstrar que perdeu. Talvez você não tenha nem percebido que de fato perdeu. Naquele momento, porque agora você percebe mesmo que você embrulhou ela para presente e então jogou fora. Perdeu.

E assim como a sua vontade passou o tempo também passa. E a tristeza passa. E a paixão passa. Mas tem uma coisa que fica e você sabe muito bem que fica: a culpa.

Isso você não perdeu. E eu sinto muito que você se culpe por isso. Eu sinto mais ainda por ela que não faz a mínima ideia que você se culpa. Eu sinto por você apesar de sentir culpa, não ter coragem de dizer e explicar para ela que você errou.

Sinto muito só por você. Porque ela segurou na mão do tempo e foi embora. Foi conhecer outras pessoas. Foi ter medo em outros lugares. Foi sofrer de outras maneiras. E hoje ela não tem culpa. Hoje ela não tem medo. E ela tem o mais importante que alguém pode ter: ela mesma.

Ela perdeu as coisas ruins e você as boas. Ela ficou com as coisas boas e você com as ruins.

E ela não precisou fazer nada para você perceber isso. Ela nem sabe que você percebeu isso. Ela só continua segurando na barra da saia da vida, que balança com ela e leva pra lá e pra cá, enquanto você não sai do lugar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s