Memória de elefante

Se te importa tanto saber, eu digo. Ela ainda se lembra. Por mais que as pessoas a vejam na rua dançando enquanto caminha ouvindo música sem se importar com ninguém, ela ainda se lembra.

Por mais que você a tenha visto por aí tantas vezes depois que tudo acabou e ela nem ao menos tenha percebido que você a observava, eu garanto que ela se lembra.

Não há festa, nem trabalho, nem estudo que a faça esquecer.

Ela acha graça das coisas e não tem mais vontade de te ligar o tempo todo, mas ainda se lembra.

Ela faz coisas que não fazia com você e também faz sozinha o que vocês faziam juntos. Ela acorda pensando em outra coisa qualquer mas se você perguntar se ela se lembra, aposto que ela vai responder que sim.

Sabe por quê? Porque ela tem boa memória. E ela se lembra da primeira vez que vocês saíram, assim como ela se lembra do primeiro capítulo da novela que passava no ano passado.

Ela se lembra exatamente como era o seu cheiro da mesma maneira que se lembra qual era o cheiro daquela loção corporal que ganhou do último antes de você.

Ela se lembra das suas manias e também se lembra das manias do Malvino Salvador. Aquelas que ela leu numa revista de fofoca do ano retrasado.

Ela se lembra de tudo que você fez certo e errado. Se lembra cada vez que você a machucou sem perceber assim como se lembra de quando levou sete pontos na perna esquerda aos cinco anos.

E quando você aparece as vezes, dizendo uma coisa ou outra sem importância para mantê-la lembrando que você existe, ela simplesmente sorri e responde educada. Porque ela não precisava que você fizesse isso para que lembrasse de você.

Não precisava porque ela sempre teve boa memória. E ela se lembra sim. Mas não dói. Ela se lembra, claro. Mas não ama. Ela se lembra, sem dúvidas. Mas não quer repetir.

Porque lembranças e saudade são coisas absolutamente distintas. E apesar de ter memória de elefante, o coração dela é de gente. De gente que gosta de ser feliz, que procura andar com os dois pés no chão e evita tudo o que atrasa os batimentos do coração.

Anúncios

5 comentários sobre “Memória de elefante

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s