Dói

Se tem um texto verdadeiro nesse blog é esse. É tão verdadeiro que eu nem sei se tenho coragem de escrever. Tão verdadeiro que se fosse possível restringi-lo só para mulheres, eu faria isso.

Vez ou outra eu me sinto como uma orientadora de homens perdidos. Porque até hoje nenhum dos meus rolos desenrolou. Todos eles querem ser livres e curtir a vida antes de escolherem uma pessoa só. E então, logo depois de mim. eles encontram a pessoa certa.

Não é aquele tipo de coisa que me faz sentir a pior pessoa do mundo. Eu consigo viver com isso. E consegui superar a última vez que isso aconteceu, e a penúltima, e a antepenúltima.

Mas de vez em quando, naqueles dias que o coração acorda meio vazio, dói. E eu tento não me afundar naqueles pensamentos do tipo “o que tem de errado comigo?”. Mas as vezes eu afundo. E só subo quando penso em outras coisas que não a minha vida pessoal.

E me defendo. E me fecho. E me escondo atrás das minhas próprias faces. E todo mundo pensa que eu sou feliz o tempo todo. E que eu sou bem resolvida. E que não ligo para nenhum desses babacas que “perderam” por não ficar comigo. E eu deixo todo mundo pensar assim.

Mas a verdade é que eu ligo e vez ou outra, dói.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s