Pra você que não diz nada

O dicionário é grande demais para o tanto de palavra que não deveria ter sido inventada. E só quem já sentiu a dor das frases (mal)ditas, sabe do poder cortante que elas podem ter. Mas acima de tudo isso, ainda não existe algo que doa mais do que coisas não ditas.

Porque tudo o que a gente não diz fica guardado em grandes arquivos mortos dentro de nós. Sufoca, confunde, machuca e trava os sentimentos bons que deveriam correr livres de uma pessoa para outra.

E é por isso que eu venho te dizer,que você deveria expulsar aquele monte de coisa que nunca teve coragem. Por um simples capricho de querer se esvaziar de todas essas vogais e consoantes que as vezes te escapam pelos olhos ainda que você diga que não. Você sabe muito bem que choro não é só aquilo que as pessoas cultas costumam ouvir enquanto a gente escuta música barulhenta. É aquela coisa que você insiste em negar que faz de vez em quando para se livrar desse inchaço de alma provocado por você mesmo.

Eu sei que as vezes digo muitas coisas até quando fico calada, porque eu tenho mesmo essa necessidade de te manter sabendo de tudo que acontece na minha vida, para que eu possa me manter vazia. O que é impossível, porque eu sou tão cheia de tudo que se eu não falasse metade do que eu falo provavelmente transbordaria o triplo e mataria o mundo todo afogado.

Pode ser que te dê aquela dorzinha chata que parece motorzinho de dentista quando eu digo o que você não gostaria de ouvir e é por isso que eu te dou a liberdade de metralhar palavras na minha cabeça quando desejar, mas por favor fale!

Porque eu e o mundo todo estamos prontos para te ouvir e você mesmo sabe que essa mania chata de só soltar asneiras o tempo todo enquanto guarda para si mesmo as falas importantes, não te ajuda a viver. E eu já to cansada de ouvir você reclamar de que o mundo não precisa te entender e que você não se preocupa com isso. Aliás, você não se preocupa por nada e eu me preocupo por mim e por você. Então, fala cara!

Fala tudo o que você sempre quis falar, na hora que você quiser. Conta pra gente porque você fecha a cara de vez em quando ou porque resolve sair sozinho por aí enquanto eu fico em casa pronta para te ouvir quando você precisar.

Conta logo, porque eu ainda estou aqui. Conta agora, porque você sabe que eu sempre vou estar. Conta tudo, porque você pode ir quando quiser, mas pode ser que meus ouvidos estejam ocupados com outras palavras quando você voltar.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s