Sobre amores infinitos

ayaya

 

Ela não conseguia dormir e por isso resolveu abrir a janela do quarto. Ou talvez o tenha feito porque não conseguia respirar direito. Olhou para o homem que descansava na cama e só por aquele momento prometeu a si mesma que não ia forçar nenhum pensamento para que acreditasse que o amava.

Com passos lentos e leves saiu para a varanda e tornou a fechar a janela. E junto com a janela fechou os olhos deixando dentro daquele quarto tudo o que tinha de real na sua vida. Sentou-se no chão gelado e pode enfim olhar para o céu.

Tinha dado a ela mesma a desculpa de que naquele dia ela poderia pensar em todas aquelas coisas que já tinha esquecido. Ainda que ela soubesse que aqueles pensamentos não a visitavam apenas uma vez por ano. O céu não tinha estrelas e talvez ele soubesse disso mas não se importasse.Esse tipo de coisa mística não fazia sentido para alguém que vivia dependendo de seu metodismo exagerado.

Outro dia tinha feito dois anos de namoro com uma moça bonita e que podia lhe dar tudo que um dia ela não pode. E ela comemorava naquele momento mais um de muitos anos que viriam, anos de distância. E pensava se todas as noites ele recebia as bençãos que ela pedia para ele antes de dormir. E se ele se lembrava de cada ponto de arrepio da pele dela assim como ela jamais tinha esquecido. E se ele conseguia sentir o perfume que ela deixava nas fronhas cheias de arrependimento quando ia embora. E se todos os outros gostos que ele tinha sentido depois dela o fizeram esquecer daquilo que eles nunca puderam viver por completo.

Assim, antes da primeira lágrima teimosa cair ela respirou fundo e levantou. E abriu a janela sem o mesmo cuidado de antes. E deitou-se ao lado de alguém que ela esperava que não acordasse naquele momento. E fechou os olhos. Mas antes que pudesse dormir em algum lugar pode ouvir: “eu me lembro”. E finalmente adormeceu.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s